Cientistas decifram mistérios do mais antigo ‘monstro dos mares’

Ele parece um cruzador espacial, daqueles armados até os dentes que povoam os pesadelos dos fãs de “Guerra nas Estrelas”. Estamos falando do Hurdia victoria, um parente dos atuais artrópodes (crustáceos, insetos e aracnídeos) que pode ser considerado o “monstro dos mares” original, um dos primeiros superpredadores da história do planeta. Uma equipe de paleontólogos conseguiu remontar a anatomia da criatura pela primeira vez, revelando como era esquisita a vida marinha em pleno Cambriano, há cerca de 500 milhões de anos. 

1

A verdadeira natureza do Hurdia victoria foi um mistério durante quase um século (a espécie foi originalmente descoberta em 1912). Isso porque os cientistas só conheciam cacos isolados do bicho, explicou a estudante de doutorado Allison Daley, que trabalha na Universidade de Uppsala (Suécia). “O que as pessoas encontravam eram pedaços da carapaça do animal que eram perdidos durante a muda, tal como os artrópodes de hoje fazem”, contou ela por telefone. Resultado: a classificação do bicho virou o samba do Cambriano doido, com alguns fragmentos sendo batizados como crustáceos, outros como pepinos-do-mar e outros como medusas, num total de oito denominações diferentes.

**Amanda**

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: